VER TODAS NOTÍCIAS

8 PASSOS PARA ABRIR UMA OFICINA MECÂNICA


Publicado segunda-feira, 17 de setembro de 2018 13:38:30


Ter o próprio negócio é o sonho de muitos brasileiros, e ter um negócio no ramo automotivo é ainda mais chamativo, afinal, quem não tem carro hoje em dia?
Considerando os dados de mercado, em 2017, a frota brasileira de veículos cresceu 1,2%, chegando a mais de 43 milhões, e um dado curioso: estão demorando mais para trocar o veículo, já que as frotas hoje, de acordo com a pesquisa do Sindipeças, tem entre 6 a 15 anos de uso, representando 52%, seguido por 30% de carros até 5 anos.

A manutenção virou algo recorrente, afinal, quanto mais idade do veículo, maior a preocupação em mantê-lo em dia, já que os custos de um automóvel zero estão ficando cada vez maiores, logo, a ida a um bom mecânico se torna algo comum.

Tendo em vista o crescimento do mercado ou apenas a afinidade com este ramo, muitos pensam em abrir sua oficina, autopeças ou centro automotivo. Mas afinal, como abrir uma? Por  onde começar?
Separamos algumas dicas para que você possa dar os primeiros passos.

 

  1. O Local

Antes de tudo, procure um bom local para seu negócio. Quanto mais movimento na frente, como em um centro da cidade, numa rua movimentada, melhor!

Depois verifique o tamanho, veja se o local consegue capacitar aquilo que você tem em mente: pense nas máquinas, equipamentos e na quantidade de carros que irão entrar e sair de lá. É importante manter um espaço livre, para que o local fique arejado e tenha uma boa movimentação.

Pense também em uma boa fachada, para que chame atenção. Investir em comunicação social pode ser o diferencial para que os clientes optem pelo seu novo negócio.

Também é fundamental deixar o espaço limpo e organizado sempre! Pense no seu cliente e em seu bem-estar, e que, hoje, homens e mulheres cuidam da manutenção dos veículos. Disponibilize banheiros, água, tenha um escritório organizado. Esses detalhes fazem toda a diferença para seus futuros clientes.

  1. Equipamentos

Invista sempre em novos equipamentos e em novas tecnologias, elas fazem que seu trabalho seja ainda melhor e mais rápido, entregando mais qualidade ao seu cliente. Deixe de lado equipamentos muitos velhos, pois eles podem mais atrapalhar do que ajudar.

Pesquise sempre o seu nicho, seus clientes, o que deseja trabalhar e se especializar para montar o seu estoque, pois investir em algo que você não vai usar depois pode gerar um grande prejuízo.
Existem diversos sites que te ajudam a escolher os equipamentos para a sua oficina, então fique sempre atendo e busque muitas informações.

Separamos abaixo alguns dos mais importantes:
• Ferramentas básicas
• Itens de deslocamento e tração
• Scanners
• Duplicador de Vagas
• Máquina repuxadora
• Óleo para troca
• Sensores para diagnóstico
• Elevadores
• Materiais de limpeza específicos para veículos
• Peças e pneus de reposição
• Baterias
• Equipamentos de proteção individual

  1. Financiamento

No começo os seus gastos serão maiores, pois os preços dos equipamentos não são baratos, por isso é comum recorrer a um auxílio financeiro. Escolha bancos de desenvolvimento que possam te oferecer as menores taxas. Faça sempre uma pesquisa para descobrir aquele que tem também, além de taxas menores, maiores vantagens para quem está iniciando um negócio.

  1. Que documentação preciso para abrir uma oficina?

A parte de documentação é sempre a mais complicada e a que demanda mais tempo e atenção, mas é muito importante que se siga corretamente todos os parâmetros estabelecidos por lei para que nada possa dar errado no futuro. Enfrentar multas é muito mais complicado do que correr atrás de algumas documentações.

Separamos abaixo quais locais você deve ir para que tudo seja encaminhado com sucesso:
• Junta Comercial: Faça um Contrato Social de sua oficina, que é um documento com dados completos de seu negócio, como, quais atividades você executa, onde você atende, seu endereço, quem é o responsável administrativo e muito mais.
• Receita Federal: É por meio da Receita Federal que você irá solicitar o seu número de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, ou seja, o seu CNPJ
• Secretaria do Estado da Fazenda (SEFAZ): Este órgão será o responsável por emitir a sua Inscrição Estadual
• Prefeitura da sua Cidade: Ela irá emitir o alvará, a inscrição municipal e também a habitação para que sua oficina, centro automotivo ou autopeças possa emitir notas fiscais de prestação de serviços
• Corpo de Bombeiros: É necessário que você solicite a aprovação para que seu negócio comece a funcionar. Eles são responsáveis por analisar se o local não oferece nenhum risco para você e seus clientes e se tudo está de acordo com as condições de seguranças pré-estabelecidas.

 

Algumas regiões podem exigir mais documentações e registros, como por exemplo, documentos emitidos por sindicatos, INSS, órgãos de controle sanitário, entre outros.
Como esta é uma parte bastante complicada e cheia de detalhes, o ideal é que você faça tudo junto com um contador de sua confiança.
Entender o Código de Defesa do Consumidor, junto ao PROCON, também é uma grande dica para que você possa ter conhecimento de seus direitos e deveres como dono de um negócio.

  1. Saiba qual ramo você irá atuar

Existem muitos ramos de atuação para oficinas mecânicas, como ar-condicionado, troca de óleo, alinhamento, sistemas de injeção, balanceamento, pintura, funilaria e muitos outros.
Quando você não possui um foco naquele ramo que deseja atuar, seus clientes podem optar por seu concorrente, por algo especializado, que possa solucionar rapidamente os problemas.

Quando você foca em um ramo, você pode se tornar um especialista nele, sendo assim pode oferecer o melhor serviço e ser destaque diante da concorrência, por isso, é importante entender, estudar, analisar e escolher os melhores ramos.

  1. Fique de olho no mercado e no futuro

No começo deste artigo você viu alguns dados numéricos do mercado, número de carros no Brasil, a idade dos carros, etc. Ficar de olho em dados atualizados é muito importante, pois pode significar uma boa oportunidade para o seu negócio automotivo.
Por exemplo, saber que a frota de carros elétricos vai aumentar no Brasil, é uma boa oportunidade para se especializar no ramo dos automóveis elétricos e estar pronto para o que der e vier.

E não é somente dos carros que podemos falar, ficar de olho no seu consumidor também é essencial. Pensar em atendimento customizado, ter funcionários bem treinados, sistemas de tecnologia, pesquisas de satisfação, mostram que além dos carros, você também mantém uma preocupação com o desejo dos seus clientes.

  1. Equipe

Os clientes estão cada vez mais exigentes, e não é por menos, com o preço dos veículos e peças subindo sem parar, a busca por um serviço de qualidade e preço justo vem crescendo. Ao fazer tudo isso, você pode ser o novo mecânico de confiança de muita gente, mas para isso, você precisa de uma equipe que tenha muito conhecimento no assunto e sejam especializados no ramo de sua escolha e não somente na parte mecânica, contratar administradores, eletricistas, que também irão fazer parte de seu time de colaboradores, é um diferencial.

  1. Invista em Tecnologia

Não apenas a tecnologia dos equipamentos que conta, conforme citamos no item 2, mas a tecnologia que você usa no geral para otimizar seus serviços e aumentar sua produtividade. Sistemas ERP, softwares de gerenciamento, programas de gestão, são essenciais para diminuir falhas e manter uma organização eficiente.

Por meio destes programas você consegue controlar grande parte do que citamos acima, em poucos cliques, e isso resulta em otimização do tempo. E quem não quer ter mais tempo? Para si, ou para investir em mais coisas para a oficina, centro automotivo, autopeças, não é mesmo?

 

Controle seu estoque, seus pedidos, faça ordens de serviço, orçamentos, saiba quais produtos você mais vendeu, os que menos vendeu, o mês que você vendeu mais, emita notas fiscais com rapidez e claro, saiba quem é seu cliente, se é cliente novo, cadastros completos, peças e muito mais. Tudo isso pode estar dentro de um programa de gestão.

 

Pesquise por aqueles mais completos, que entram em seu orçamento e por aqueles que também podem te oferecer uma versão gratuita para testes e um suporte para que você tire suas dúvidas.

Tecnologia na divulgação

 

A tecnologia não só ajuda na gestão, mas também na comunicação com o cliente e em campanhas, afinal, divulgar o seu negócio automotivo também é muito importante.

 

Existem sistemas que mandam mensagens automaticamente para seus clientes, lembrando de revisões, de promoções e muito mais.

 

E você também pode usar as novas tecnologias, como as mídias sociais, para divulgar sua oficina. Manter um blog, um instagram com fotos, facebook, um web site, todos ajudam a impulsionar e atrair mais clientes.

 

Muitos clientes hoje buscam novos mecânicos em redes sociais e sites, onde podem ver avaliações, fotos, vídeos e muito mais. Portanto, assim que abrir as portas de sua oficina, auto center ou autopeças, já crie suas páginas e comece a colocar bastante conteúdo sobre você e dicas.

 

Mas afinal, quanto custa abrir uma oficina mecânica?

 

Conforme citado no item 5, uma oficina pode englobar diversos ramos diferentes, e o valor inicial para se abrir uma oficina vai depender de qual ramo você irá escolher, pois cada um necessita de um tipo diferente de equipamento, de tamanho, de aluguel do local.
É importante colocar na ponta do lápis os custos com:
• Aluguel do espaço
• Equipamento que você irá precisar de acordo com seu ramo de atuação
• Juros do financiamento (se houver)
• Custos com documentações, alvarás e licenças
• Custo dos funcionários (incluindo registro em carteira, etc)
• Custo do Programa de Gestão ERP
• Custos de energia elétrica, água, telefone, internet, etc
• Fornecedores
• Fluxo de Caixa
• Custos para ações de Marketing Digital

Segundo o Sebrae, uma oficina de pequeno porte te um custo médio mensal de R$17 mil. 

 

Assim como qualquer outro negócio, abrir uma oficina mecânica precisa de muita dedicação e muito estudo, mas seguir tudo certinho e trabalhar com paixão e responsabilidade só trás ótimos resultados. No começo, nada é fácil, pois demanda de muito investimento, mas seguindo dicas, se preparando e pensando em cada detalhe, levam ao sucesso de uma nova oficina mecânica extremamente eficiente.

 

 

 

 

 

 


Pesquisar
Assuntos relacionados