VER TODAS NOTÍCIAS

A NECESSIDADE DE UMA ASSESSORIA CONTÁBIL


Publicado quarta-feira, 24 de outubro de 2018 17:24:51


 

Você que é nosso cliente, com certeza já se deparou com a seguinte resposta em nossos canais de atendimento: “Essa informação é necessário que verifique com sua contabilidade”. E é bem possível que tenha se sentido contrariado e não atendido, mas já se questionou o porquê de não passarmos algumas informações principalmente fiscais? Se não, já adianto a resposta: Não passamos esse tipo de informação, pois, podem impactar negativamente no seu bolso, isso mesmo, no seu bolso! E para explicar sobre isso, vamos falar um pouquinho do que é e como surgiu a Contabilidade. 

A Contabilidade é a ciência que tem por objetivo o estudo das variações quantitativas e qualitativas ocorridas no patrimônio (conjunto de bens, direitos e obrigações das entidades (qualquer pessoa física ou jurídica que possui um patrimônio).

Trata-se de um ramo do conhecimento cujos fundamentos e objetivos giram em torno da obtenção de medidas para a tomada de decisões, através da aplicação de ferramentas e técnicas matemáticas para a produção de relatórios/demonstrativos contábeis/financeiros que evidenciem uma interpretação adequada da realidade econômica, financeira, física, patrimonial das entidades e outros dados complementares com o objetivo de obter medidas e relações quantitativas que indiquem o comportamento da entidade econômica.

 

Através destes relatórios são analisados os resultados alcançados e a partir daí são tomadas decisões em relação aos acontecimentos futuros. Sendo assim, a Contabilidade é a responsável pela escrituração (registro em livros próprios) e apuração destes resultados e é só através dela que há condições para se apurar o lucro ou prejuízo em determinado período.

Contabilidade é, portanto, a ciência da medição, processamento e comunicação de informações econômico-financeiras sobre entidades econômicas, sejam elas empresas públicas ou privadas, com ou sem fins lucrativos.

A contabilidade é referida frequentemente como a "linguagem dos negócios", mede os resultados das atividades econômicas de uma organização e transmite essa informação a uma variedade de usuário incluindo investidores, credores, gerentes e agentes reguladores. Os praticantes de contabilidade são conhecidos como Contadores(as).

 

 

Como surgiu?

A história da contabilidade é tão antiga quanto a própria história da civilização. Está ligada às primeiras manifestações humanas da necessidade social de proteção à posse e de perpetuação e interpretação dos fatos ocorridos com o objeto material de que o homem sempre dispôs para alcançar os fins propostos.

Deixando a caça, o homem voltou-se à organização da agricultura e do pastoreio. A organização econômica acerca do direito do uso do solo acarretou em separação, rompendo a vida comunitária, surgindo divisões e o senso de propriedade. Assim, cada pessoa criava sua riqueza individual.

Ao morrer, o legado deixado por esta pessoa não era dissolvido, mas passado como herança aos filhos ou parentes. A herança recebida dos pais denominou-se patrimônio. O termo passou a ser utilizado para quaisquer valores, mesmo que estes não tivessem sido herdados.

 

 

A origem da Contabilidade está ligada a necessidade de registros do comércio. Há indícios de que as primeiras cidades comerciais eram dos fenícios. A prática do comércio não era exclusiva destes, sendo exercida nas principais cidades da Antiguidade.

A atividade de troca e venda dos comerciantes semíticos requeria o acompanhamento das variações de seus bens quando cada transação era efetuada. As trocas de bens e serviços eram seguidas de simples registros ou relatórios sobre o fato. Mas as cobranças de impostos, na Babilônia já se faziam com escritas, embora rudimentares. Um escriba egípcio contabilizou os negócios efetuados pelo governo de seu país no ano 2000 a.C.

 À medida que o homem começava a possuir maior quantidade de valores, preocupava lhe saber quanto poderiam render e qual a forma mais simples de aumentar as suas posses; tais informações não eram de fácil memorização quando já em maior volume, requerendo registros.

 Foi o pensamento do "futuro" que levou o homem aos primeiros registros a fim de que pudesse conhecer as suas reais possibilidades de uso, de consumo, de produção etc.

 Com o surgimento das primeiras administrações particulares aparecia a necessidade de controle, que não poderia ser feito sem o devido registro, a fim de que se pudesse prestar conta da coisa administrada.

A medida em que as operações econômicas se tornam complexas, o seu controle se refina. As escritas governamentais da República Romana (200 a.C.) já traziam receitas de caixa classificadas em rendas e lucros, e as despesas compreendidas nos itens salários e perdas.

No período medieval, diversas inovações na contabilidade foram introduzidas por governos locais e pela igreja. Mas é somente na Itália que surge o termo Contabilitá.

Resumo da evolução da ciência contábil

Contabilidade do Mundo Antigo - período que se inicia com as primeiras civilizações e vai até 1202 da Era Cristã.

Contabilidade do Mundo Medieval - período que vai de 1202 da Era Cristã até 1494, enfatizando que à teoria contábil do débito e do crédito corresponde à teoria dos números positivos e negativos, obra que contribuiu para inserir a contabilidade entre os ramos do conhecimento humano.

Contabilidade do Mundo Moderno - período que vai de 1494 até 1840, com o aparecimento da Obra "La Contabilità Applicatta alle Amministrazioni Private e Pubbliche", da autoria de Franscesco Villa, premiada pelo governo da Áustria. Obra marcante na história da Contabilidade.

Contabilidade do Mundo Científico - período que se inicia em 1840 e continua até os dias de hoje.

 

 

 

Podemos ver que a contabilidade nos cerca e não é de hoje, isso se deve por sua grande importância e necessidade.

Apesar do nosso software não ser essencialmente um sistema contábil, ele dispõe de recursos que auxiliam nessas apurações e está apto para registros e emissões de documentos fiscais. No entanto, para emissões fiscais são necessárias algumas informações que dependem do seu Regime Tributário, por isso, são fornecidos exclusivamente pela sua contabilidade, assim evitamos erros e possíveis prejuízos. Por exemplo: ao emitir uma nota fiscal com um CFOP (Código Fiscal de Operações e de Prestações) errado, isso pode causar uma tributação desnecessária, além de vários outros erros que podem ser causados a partir de um informação errada e que pode causar multa por parte da Sefaz.

Você sabe que existem muitas obrigações legais e fiscais que precisam ser seguidas, imagine cuidar de tudo isso sozinho. Por isso, ter a assessoria especializada de uma contabilidade é de extrema importância, pois, é ela a responsável por além de gerenciar seu patrimônio, realizar suas obrigações fiscais, o que previne diversos problemas principalmente com a Receita Federal.  

Por isso, ao se deparar com aquela resposta lá do começo do texto, não pense que é falta de vontade em ajudar, mas na verdade é um cuidado que temos em não causar prejuízos para você. Vamos sempre orientar como fazer, onde preencher mas para alguns casos realmente irá precisar do auxílio da sua contabilidade. Combinado?

 

Fonte

Portal de Contabilidade


Pesquisar
Assuntos relacionados