VER TODAS NOTÍCIAS

ANOTA AÍ: GLOSSÁRIO - PARTE 2 (FINAL)


Publicado quarta-feira, 11 de julho de 2018 15:27:39



Disponibilizamos mais um vídeo do quadro "Anota Aí" no nosso canal no YouTube.

Nesse vídeo falaremos mais sobre algumas Siglas e Termos que utilizamos em nossos canais de atendimento.

 

 

Siglas e termos são constantes na nossa rotina diária e entender os seus significados é de extrema importância para que execute as ações corretamente.

Apresentamos abaixo algumas siglas e termos que utilizamos constantemente através dos nossos canais de atendimento.

 

 

Acesso:

Quando pedimos o “Acesso” estamos nos referenciando ao acesso remoto do computador que necessita de diagnóstico do software WorkMotor. Este acesso remoto pode ser realizado através das seguintes ferramentas: o TeamViewer 10, o UltraViewer , Show My PC ou mesmo o Acesso Remoto do Windows. O acesso é composto por um usuário e senha e é através dessas informações que é feito o acesso ao computador remotamente e preferenciamos esses aplicativos e recursos na versão gratuita. Caso seja necessário o link para download ele é enviado no próprio atendimento pelo técnico. 

Ao realizarmos o acesso remoto, dependendo do desempenho do computador e internet, pode ocorrer lentidão para executar as correções.

É sempre importante que você monitore o acesso remoto efetuado no momento.

Versão:

São grandes atualizações de recursos do software, são identificadas por numerações.

Build:

São as atualizações que ocorrem frequentemente geralmente de 3 em 3 meses e as mesmas mantêm a versão que o sistema está, apenas adiciona melhorias e correções do sistema. 

No WorkMotor é apresentado o número da versão e build para que acompanhe e mantenha sempre seu software atualizado.

Cada número possui um significado e é utilizado pelos setores no momento de averiguar o conjunto de recursos liberados em determinado pacote de atualização.

 

CSC:

Código de Segurança do Contribuinte: Esse código é fornecido ao cliente pela SEFAZ do estado a qual pertence, essa liberação é obrigatória para a emissão de Nota Fiscal do Consumidor – eletrônica (NFC-e). É um código único que identifica que a empresa está liberada para a emissão.

DAV:

Documento Auxiliar de Venda: Todo cliente Porto Seguro que tem o software WorkMotor faz a integração com o WebCaps (Sistema da Porto Seguro), isso significa que os orçamentos e vendas realizadas através do sistema da Porto são importadas para o WorkMotor, DAV é a denominação dessas O.S’s (Ordens de Serviços).

ID:

Código de Identificação: Ainda se tratando do cliente que é Porto Seguro e faz a integração com o WorkMotor, para realizar a importação das O.S’s (Ordens de Serviços) é necessário um Número de Identificação (ID) e essa identificação é fornecida pela própria Porto Seguro.

ECF:

Emissor de Cupom Fiscal, fisicamente é semelhante a uma impressora comum, mas é lacrada e possui memórias para registrar dados fiscais (Memória Fiscal e Memória Fita – Detalhe). O WorkMotor é compatível com algumas marcas e modelos específicos.

Para obter autorização de uso do ECF junto ao fisco é necessário que uma empresa interventora técnica credenciada efetue a lacração do equipamento e lance os dados correspondentes no Posto Fiscal Eletrônico (PFE).

O ECF não emite apenas o Cupom Fiscal, emite documentos de diversas naturezas, como relatórios fiscais (Leitura X, Redução Z e Leitura de Memória Fiscal), e documentos não fiscais (Relatório Gerencial, entre outros.)

A WorkGroup fornece os dados do software para a lacração da impressora através do e-mail homologacoes@pequenasempresas.net, no entanto, não realizamos a lacração que é responsabilidade da empresa interventora. Normalmente os estabelecimentos que vendem a impressora fiscal já realizam o processo de lacração.

PAF-ECF:

Programa Aplicativo Fiscal – do Emissor de Cupom Fiscal. PAF é o programa que se comunica com o ECF para efetuar a impressão do Cupom Fiscal. É conhecido também como “Aplicativo Frente de Loja”. 

O PAF-ECF vem sendo gradativamente substituído pela emissão eletrônica através da NFC-e (Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica) e pelo SAT-CF-e (Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos).

Verifique com a contabilidade, qual tipo de emissão sua empresa se enquadra para atender a legislação vigente.

IBPT:

Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação, o instituto se dedica a estudar o sistema tributário do país e oferece diversas soluções, uma delas é o projeto "De Olho no Imposto", esse recurso oferece tabelas com as alíquotas, NCM (Classificações Fiscais) e outros códigos para serem baixadas e integradas ao sistema. Um recurso facilitador é a Tabela IBPT, ela apresenta todas as NCMs e suas respectivas alíquotas, essa tabela pode ser importada para o WorkMotor agilizando o cadastros das NCM’s e alíquotas, que são informações obrigatórias para o envio de Notas Fiscais.

 

Acompanhe nossos conteúdos.

Contamos com Você!

 

Importante:

Se inscreva no nosso Canal e clique no "sininho" para ativar as notificações.

 

FONTES:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Build

https://portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/ecf/

IBPT

De olho do imposto


Pesquisar